A Organização Mundial de Empresas

5 Maneiras de transformar o nosso futuro digital

images/noticias/icc-shaping-digital-future_400_170.png

A tecnologia da comunicação de informação (TIC) foi reconhecida como uma ferramenta subjacente para facilitar a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. No entanto, também há reconhecimento da necessidade de equipar as populações com as competências digitais necessárias, incluindo a nível de alfabetização, para usar e aproveitar os benefícios da tecnologia digital.

Um workshop, durante o Fórum de Governança da Internet em Genebra, destacou algumas das atividades realizadas por uma série de partes interessadas para desenvolver habilidades nesta área e abordar a crescente necessidade de uma cultura de alfabetização digital mais ampla. Foi organizado pela “Business Action of Action Society” (BASIS) da International Chamber of Commerce (ICC), o Centro de Estudos Políticos Europeus, o Governo do México e a Federação das Câmaras de Comércio e Indústria Indianas (FICCI).

As investigações atuais sugerem que mais de 50% da população adulta em 28 países da OCDE só pode realizar o conjunto mais simples de tarefas de computador, como escrever um e-mail e navegar na web, ou então não tem quaisquer capacidades de TIC. E apesar do desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (TIC) nas políticas educacionais, a integração da tecnologia nas salas de aula em toda a África subsaariana continua a ser insuficiente para atender às necessidades do mercado de trabalho do século XXI.

Aqui estão as 5 principais conclusões da discussão:

 

1. Professores devem ter recursos e competências

Jon Chippindall, um professor e participante do Projeto de Computação Barefoot da BT, juntou-se às discussões remotamente com alunos de uma escola primária em Manchester, na Inglaterra, para partilhar experiências sobre os recursos que eles usaram para aprender codificação. Chippindall descreveu a aprendizagem como circular. "Quando a curiosidade é despertada, os estudantes vão-se embora e partilham-na no seu próprio tempo", disse ele.

“Apenas 40% das escolas na Tunísia estão têm rede internet", disse Samar Baba, CEO e Co-fundador da Tawasol, um projeto pioneiro na mudança social no país através da tecnologia e estabelecimento de conexões entre pessoas e comunidades.

 5 maneiras de formar o futuro digital

2. Iniciativas dos jovens são fundamentais para o compromisso

A necessidade de capacitar os jovens e maximizar a participação dos jovens nos diálogos sobre políticas foi vista como crucial para a compreensão das lacunas de capacidades que os jovens enfrentam em ambientes cada vez mais digitais.

O embaixador da Netmission Edward Choi disse que, apesar de 90% dos jovens em Hong Kong ter acesso a telemóveis ou tablets, houve pouca participação na governança da Internet devido à falta de incentivos e sensibilização.

5 maneiras de formar o futuro digital 2
3. Parcerias Público-privadas têm grande impacto

Os participantes ouviram exemplos sobre a forma como o Japão mobilizou recursos humanos com TI através de parcerias público-privadas para apoiar as políticas públicas no aumento da produtividade.

Sublinhando a importância de desenvolver capacidades digitais como um meio para o Japão aumentar a produtividade do trabalho, Kenta Mochizuki explicou como a Yahoo! no Japão está a trabalhar com o governo e a universidade cibernética do Japão, para oferecer formação on-site para estudantes que ensinam a abrir uma loja e a lidar com transações de clientes.

5 maneiras de formar o futuro digital 3

 

4. Utilizar a tecnologia para valorizar as iniciativas

Virat Bhatia da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria indianas descreveu o ambicioso programa de alfabetização rural da Índia para levar a alfabetização a 16 milhões de famílias até março de 2019.

"Um componente importante para superar alguns dos desafios que temos em termos de alfabetização digital e habilidades será o vídeo. Ajudará as pessoas a obter as aptidões mais rapidamente do que se a informação fosse distribuída no formato de texto".

Os nossos Membros