A Organização Mundial de Empresas

ICC: 2017 em revista

images/noticias/icc-2017-em-revista.400_170.jpg

1. A ICC como Observadora na ONU

Como o ano anterior tinha fechado com o anúncio da obtenção do estatuto de Observador para a ICC junto da Assembleia Geral da ONU, ao longo de 2017 a nossa organização pode finalmente começar o seu trabalho nesta qualidade. Em Abril, o Presidente da ICC, Sunil Bharti Mittal, reuniu com o Secretário-geral da ONU, António Guterres pela primeira vez, comprometendo-se em nome da ICC a utilizar este novo estatuto para “colocar todos os seus recursos, experiência e conhecimento sobre o comércio mundial” ao serviço da implementação dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS’s).

 

2. O Fórum Empresarial para os ODS

Nenhum evento ilustra melhor o compromisso da ICC na ONU do que o Forum Empresarial para os ODS, onde nos associámos ao Global Compact para convocar 1.500 líderes empresariais e representantes de governos para debater e demonstrar como o setor privado está empenhado em contribuir para objetivos de desenvolvimento sustentável global. A escala de participação empresarial neste evento foi sem precedentes e as discussões conduziram importantes passos em matérias desde os sistemas de reporte padronizados até ao crescimento do poder económico das mulheres.

 

3. Nova Biblioteca Digital da ICC


Em mais um esforço para tornar a informação relevante para as empresas tão acessível quanto possível, a ICC criou a sua Biblioteca Digital em Abril de 2017 – um serviço online que disponibiliza acesso fácil à vasta coleção de materiais de referência para promover uma investigação de forma inovadora, a aprendizagem e muito mais. Nesta Biblioteca existem três canais – um sobre resolução de litígios, um sobre Incoterms® e contratos comerciais e um sobre trade finance. Para saber mais visite a Biblioteca Digital aqui.

 

4. Arbitragem ICC em Lisboa: 1ª edição do ICC Portuguese Arbitration Day, 6 Abril 2017.


A ICC Portugal em mais uma parceria com a Corte Internacional de Arbitragem da ICC lançou em 2017 o Primeiro Dia da Arbitragem ICC em Portugal, um momentos de destaque em 2017, em especial pela participação de José Ricardo Feris que assim aproveita para se despedir antes de Ana Serra e Moura ocupar o seu lugar como Vice-Secretária Geral da Corte. O evento contou uma mesa redonda inédita sobre as expectativas e preocupações dos utilizadores, com a presente de 3 representantes de empresas.

 

5. Arbitragem ICC chega mais uma vez a Luanda numa parceria com o CREL e o Ministério da Justiça de Angola


ICC Portugal e a Corte Internacional de Arbitragem da ICC juntaram-se ao CREL e ao Ministério da Justiça de Angola para promover mais uma conferência sobre a arbitragem internacional. Com mais de 100 participantes e com a presença do Senhor Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de Angola, Dr. Rui Mangueira, o evento abordou os desafios regionais, atuais da arbitragem internacional em África, com particular destaque para os efeitos da recente ratificação por Angola da Convenção de Nova Iorque.

 

6. ICN Forum: Novas tendências das políticas de concorrência em análise no Porto

Pela primeira vez em Portugal, em parceria com a Câmara de Comércio Internacional juntou forças com a International Bar Association e o Grupo do Banco Mundial para organizar um fórum dedicado às novas tendências das políticas de concorrência global, à margem da Conferência Anual do ICN. Uma oportunidade única para conhecer e debater de perto as perspetivas das agências de concorrência e do setor privado de todo o mundo, que juntou várias centenas de pessoas no Porto.


7. Curso de Comércio Internacional: NOVA edição 2017, Lisboa e Porto


Como consequência da cada vez maior necessidade das empresas internacionalizarem os seus negócios, o Curso de Comércio Internacional tem-se tornado na imagem de marca da ICC Portugal. Num novo formato este ano com maior duração e novos módulos e atividades, dois grupos beneficiaram da oportunidade exclusiva de partilhar experiências e melhores práticas na aplicação das regras e costumes para as complexas e arriscadas operações de comércio internacional, contando com o apoio de formadores com experiência e conhecimentos inestimáveis.

 

8. ICC Portugal e Santander Totta voltam a juntar-se para apresentar ferramentas para fazer comércio internacional de forma simples e segura: um record de sempre com mais 400 participantes nas 4 sessões!


Em mais uma edição de uma parceria de sucesso, o Banco Santander Totta e a ICC Portugal organizaram mais uma série de Workshops “Como fazer Negócio Internacional: Incoterms®, Documentos e Trade Finance”, desta vez com níveis recorde de participação: cerca de 400 participantes, nas 4 cidades Lisboa, Porto, Guimarães e Leiria. O ponto forte deste ano foi o método utilizado: o recurso a Casos Práticos com cenários reais permitiram testar em conjunto a aplicação prática dos conhecimentos, partilhando experiências e perspetivas.

 

9. Reconhecimento pela ONU da lacuna no trade finance


Tão crucial para a facilitação do comércio — especialmente para as pequenas e medias empresas — é a tornar as empresas capazes de assegurar o financiamento das suas operações de comércio. No seguimento do compromisso assumido pela ICC com as Nações Unidas e com os governos nacionais durante a análise Financeira anual para o Desenvolvimento, em Maio, a queda do trade finance estimada em cerca de US$1.6 triliões de dólares foi oficialmente reconhecida e a ONU comprometeu-se a levar a cabo uma análise oficial sobre esta queda e sobre as respetivas causas. “Este é um problema global complexo que exige uma resposta global concertada,” afirmou o Secretário-geral da ICC John Danilovich.

 

10. 4ª Edição do Seminário Avançado de Arbitragem ICC em Lisboa, mais uma formação de qualidade privilegiando a partilha de experiências e a aplicação prática dos conhecimentos a um Caso Prático


Mais uma oportunidade única permitiu a 21 participantes conhecer de perto as diversas fases do processo arbitral ao abrigo do regulamento de arbitragem da ICC, com particular destaque para as novidades introduzidas em 2017, designadamente as novas regras para as arbitragens expeditas e as mais recentes políticas da Secretaria e da Corte para aumentar a transparência e eficiência nas arbitragens. Agradecemos em particular aos nossos patrocinadores: Abreu, Linklaters, MLGTS, PLMJ, SLCM e VdA.

Os nossos Membros