A Organização Mundial de Empresas

ICC Portugal celebra 80 anos com António Pires de Lima e John Danilovich

images/noticias/80Anos_400_170.jpg

Em análise, na comemoração dos 80 anos da ICC Portugal, esteve todo o ano de 2015 com os seus desafios e oportunidades para as empresas portuguesas no contexto do comércio mundial. Também quanto ao papel da International Chamber of Commerce (ICC), a organização mundial de empresas, foi apontado um caminho de liderança, na defesa dos acordos de liberalização do comércio que se adivinham.

Esta comemoração contou com a presença de John Danilovich, Secretário-Geral da ICCAntónio Pires de Lima, Ministro da EconomiaBruno Bobone, Presidente da ICC Portugal e cerca de 100 participantes.
O nosso objetivo é continuar o esforço de crescimento e divulgação da missão e do trabalho da ICC, procurar fazer mais e melhor pelas empresas e pelo comércio internacional”, afirmou Bruno Bobone.
“Portugal tem competências muito específicas de intervenção ao comércio internacional, pois temos capacidades tradicionais e culturais que nos permitem unir os interesses de várias culturas”, disse ainda, e conclui dizendo que “a ICC é uma ferramenta e um veículo para desenvolver e promover o comércio internacional”.

John Danilovich, por seu lado, lembrando a origem da ICC faz um apelo a que se mantenha hoje, também em Portugal, a prossecução da sua missão inicial:
“A ICC foi fundada no final da 1ª Guerra Mundial por um grupo de Líderes Empresariais que se tornou conhecido como «Merchants of Peace» e que tinham uma visão clara para promover a paz e a prosperidade através do comércio internacional. A ICC Portugal surgiu apenas 15 anos depois com a mesma missão no coração. Essa missão – essa visão – continua a ser relevante nos dias de hoje”, afirma John Danilovich, recordando assim a importância das delegações nacionais da ICC para promover o comércio internacional, mantendo firme e atual este objetivo até aos dias de hoje.

Desafios como o crescente protecionismo dos mercados na economia global consistem numa das preocupações da ICC, que procura incentivar os países a eliminar as barreiras e obstáculos ao comércio.
trade finance é o óleo que permite mante a funcionar o motor do comércio global. É uma das formas mais seguras de financiamento e tem a vantagem de promover diretamente o desenvolvimento através do comércio. Contudo, o mercado do trade finance tem revelado uma enorme volatilidade nos últimos anos. No auge da crise financeira de 2009, a Organização Mundial do Comércio estimou que o trade finance tenha decaído cerca de US$1 trilião”, afirma John Danilovich.

John acrescenta ainda que “o acesso ao trade finance é atualmente a única grande barreira às exportações das PME´s, inibindo as tentativas para reduzir a pobreza, criação de empregos e de estímulos ao crescimento económico”.
Também o Acordo de Facilitação do Comércio (conhecido por TFA – Trade Facilitation Agreement) esteve em análise: segundo John Danilovich, este Acordo “tem potencial para estimular a economia mundial em cerca de US$22 triliões. Esta agenda é absolutamente vital para as PME´s – a principal estrutura da economia portuguesa – e o motor para um crescimento renovado da economia portuguesa.”

Neste evento comemorativo, foram ainda recordadas as pessoas. John Danilovich afirma que “uma das grandes forças da ICC são as pessoas, tanto o seu staff como a base de associados”, referindo que a ICC tem sorte em ter “uma grande equipa na ICC Portugal, que contribuem para o nosso trabalho global e local”.

Os nossos Membros