A Organização Mundial de Empresas

Novo guia de cibersegurança da ICC destaca aspetos práticos para as empresas

images/noticias/CiberSeguranca_400_170.jpg

A Câmara de Comércio Internacional (ICC) publicou um novo guia que ajuda empresas de todas as dimensões a gerir a sua abordagem à cibersegurança e a mitigar as ameaças do cibercrime. Com a disponibilização de um conjunto de recursos de alta qualidade, o pragmático guia da ICC é o primeiro deste tipo a ser lançado por uma organização internacional de empresas. Vem, aliás, responder à necessidade de materiais de apoio para as discussões, com profissionais das tecnologias de informação, sobre quadros de gestão empresarial para a cibersegurança no sentido da implementação de uma estratégia de gestão colaborativa e contínua.

O Secretário-geral da ICC, Jonh Danilovich afirmou: a economia digital tem um papel cada vez mais importante na abertura de novos mercados e oportunidades para os negócios globais. Mas na economia global de hoje muitas empresas adotam informação moderna e tecnologias da informação sem compreender na totalidade os novos tipos de riscos que têm de ser geridos. O guia da ICC oferece uma forma de reconhecer estes riscos e mapear o processo para lidar com os mesmos.

Sabendo que a segurança total é um objetivo ilusório, o ICC Cyber Security Guide for Business – disponível para download gratuito - demonstra de que forma é possível melhorar a cibersegurança das empresas através de um processo de gestão de risco. Este Guia foi preparado por equipas de gestão e de tecnologias da informação – através de um questionário de autoavaliação e de um conjunto de cinco princípios para reduzir o risco associado aos incidentes da cibersegurança. Os princípios são baseados ainda numa Checklist de 6 passos essenciais que todas as empresas devem seguir para colocar os gestores no caminho da excelência, no que toca à segurança da informação.

Produzido pela Comissão de Economia Digital da ICC, o ICC Cyber Security Guide for Business contém diretrizes e estratégias nacionais para ajudar as empresas a implementar quadros internos de gestão da segurança online.

“Existem vários documentos e diretrizes, tornando-se difícil saber o que ler e quais os tipos de documentos apropriados para a nossa organização”, disse Gerard Hartsink, Presidente da Task Force de Cibersegurança da ICC.

“O conjunto de materiais disponíveis é considerável mas os conceitos de gestão de risco da cibersegurança destacados no Guia ajudarão as empresas a ultrapassar os seus medos e a melhorar a consciência dos riscos para responder ao desafio da rápida alteração do ambiente empresarial. O Guia deve ser partilhado com parceiros empresariais na cadeia de abastecimento de bens e serviços e com o setor público para reforçar a resiliência, tanto quanto possível”.

A ICC lançou ainda um anexo de recursos online para complementar este Guia, oferecendo conselhos mais específicos à medida que estes materiais são desenvolvidos, catalogados aqui. O portal inclui uma lista de estruturas globais, recursos e contactos pertinentes e será reforçado ao longo do tempo com mais estruturas locais e traduções.

Para mais informações, visite a Task Force de Cibersegurança.

Os nossos Membros