A Organização Mundial de Empresas

Novo Inquérito Global da ICC revela agravamento da escassez de trade finance

images/noticias/Inquerito_TradeFinance_2016_400_170.png
  • Crescente número de bancos preocupados com a capacidade de financiamento do comércio global
  • 58% de pedidos de PME para operações de trade finance são rejeitados
  • O relatório realça graves carências para o trade finance em África

As pequenas e médias empresas (PME) e os países africanos são os que mais sofrem com a lacuna de trade finance global de acordo com o relatório do Inquérito Global sobre Trade Finance da ICC de 2016.

De acordo com o Inquérito deste ano – que obteve 357 respostas de 109 países de todo o mundo – 61% dos participantes reportam um deterioramento global do trade finance. Apenas 52% revelam um aumento das atividades de trade finance, em comparação com os 63% em 2015 e 80% em 2012. Mais ainda, a carência verificou-se mais em bancos regionais e globais – 78% e 56% respetivamente, em comparação com os 41% relativos a bancos nacionais.

Pequenas e Médias Empresas

O Secretário-Geral da ICC, John Danilovich, disse: “Devemos realçar a importância do trade finance. Esquecemo-nos muitas vezes – o trade finance está a desaparecer da agenda internacional. Precisamos de fazer mais para comunicar a sua importância na economia global.

O Inquérito Global demonstra ainda que as PME encaram um total de 58% de rejeições – apesar de submeterem 44% de todas as propostas de trade finance, em contraste com os 40% submetidos por grandes empresas (33% de rejeições) e 16% por multinacionais (9% de rejeições).

InqueritoTradeFinance 4

Impedimentos

Além disso, 90% dos participantes no Inquérito Global citaram o custo e a complexidade dos requisitos de compliance relacionados com a regulamentação de Branqueamento de Capitais e Know Your Customer (KYC) como barreiras à disponibilização de produtos de trade finance, que em 2015 foi de 81%. De facto, 40% dos participantes afirmaram o fim das suas relações com os seus bancos devido aos requisitos de compliance, de entre os quais 83% esperam que os custos de compliance aumentem em 2016.

InqueritoTradeFinance 3

Instrumentos

A diminuição do uso do trade finance tradicional foi também evidente neste Inquérito, com cerca de 50% dos participantes a relatar um decréscimo na emissão de Cartas de Crédito, ao mesmo tempo que 35% apontaram para um crescimento nos acordos financeiros na cadeia de abastecimento.

Desafios

Ano após ano, o Inquérito Global continua a oferecer uma perspetiva sobre as tendências dos mercados, assegurando que a indústria de trade finance se mantém a par com o ambiente da banca em mudança permanente e continua adequada ao seu propósito”, disse Daniel Schmand, Presidente da Comissão Bancária da ICC que conduziu o Inquérito.

O Inquérito deste ano sublinha os desafios a enfrentar, revelando que a maioria dos operadores da indústria acreditam que a complexidade e o custo destas operações vão aumentar até ao final do ano. É fundamental agir de modo a limitar os requisitos para a oferta de trade finance e que se ajude a ir ao encontro das necessidades globais das PME que estão a ser afetadas de forma desproporcional.

Digitalização

Este Inquérito sublinha os benefícios que a digitalização traz à indústria – principalmente através da automatização de processos e da redução do custo e da complexidade do trade finance. Apesar disso, apenas 7,4% dos bancos referiram que os seus processos de trade finance se tornaram digitais em grande medida, enquanto 43% revelaram poucos avanços, com bancos globais a mais facilmente adotar soluções digitais. Contudo, o Inquérito Global prevê uma aceleração orientada para a digitalização na indústria de trade finance nos próximos anos.

África

O crescente envolvimento das economias e empresas africanas no comércio internacional é um dos grandes focos deste Inquérito. Ao mesmo tempo que o comércio interno africano tem revelado sinais de crescimento significativo – contabilizando cerca de 18% do total de comércio regional em 2014 – o investimento africano interno contabiliza apenas 12% do valor de investimento total em África, em comparação com os 33% na Ásia. Ainda, 66% de empresas consideram o acesso ao financiamento como um dos obstáculos ao comércio mais significativos em África.

A África tem uma escassez de trade finance estimada entre US$110 e US$120 biliões – uma diferença bastante superior à anterior estimativa de US$25 biliões, disse Vincent O´Brien, membro do Comité Executivo da Comissão Bancária da ICC.

Em particular, a queda sem precedentes dos valores dos produtos gerou lacunas de liquidez entre vários bancos em toda a região. As iniciativas que facilitam o comércio interno e externo deveriam ser totalmente encorajadas, e a atração do financiamento necessário para apoiar o comércio deveria ser estimulada de forma a dar resposta ao défice de trade finance.

InqueritoTradeFinance 2

Inquérito Global da ICC sobre trade finance

O Inquérito Global da ICC – divulgado anualmente desde 2009 – é enriquecido com dados, perceções e comentários de especialistas em comércio, financiamento e desenvolvimento. Oferece uma perspetiva única sobre os temas acima referidos que afetam as empresas e o comércio, e pode informar das decisões de bancários, financeiros, executivos empresariais e empresários, bem como de formuladores de políticas a nível nacional, regional e internacional – com o objetivo de ajudar a restaurar o comércio como um dos principais condutores do crescimento económico, da criação de valor e do desenvolvimento.

Os dados presentes no Inquérito Global foram prioritários na reunião da Comissão Bancária da SIBOS, focada no debate sobre o comércio e trade finance.

Ainda, as conclusões do inquérito visam fazer parte das discussões ao mais alto nível nas reuniões da Organização Mundial do Comércio, do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial.

O Inquérito Global sobre Trade Finance da ICC de 2016 foi possível graças aos seus patrocinadores.

Saiba mais sobre este Inquérito.

Consulte o Press-Release.

Os nossos Membros