A Organização Mundial de Empresas

O ICC Trade Register continua a comprovar o baixo risco do trade finance

images/noticias/ICC_Trade_Register_2016_400_170.png

Os dados do Trade Register da Câmara de Comércio Internacional (ICC), agora na sua 6ª edição, revelam a natureza de baixo risco do trade finance, quando avaliado perante classes de ativos comparáveis, tais como os empréstimos a empresas.

Cobrindo US$9.1 triliões de exposições e 17 milhões de transações – maior nº de transações alguma vez registado - os dados continuam a comprovar que o trade finance tem bancos com crédito de baixo risco – na grande parte de produtos e regiões.

  • O trade finance continua a ter um perfil de risco favorável, comparativamente a outras classes de ativos, tais como a concessão de empréstimos a PME e grandes empresas;
  • A natureza de baixo risco associada ao trade finance continua a existir apesar das alterações sistemáticas dos mercados, incluindo a desaceleração do comércio global, a queda dos preços dos bens e a mudança gradual das empresas para sistemas de conta corrente;
  • Os dados oferecem uma forte base empírica para considerar o tratamento apropriado do trade finance pelo Acordo de Basileia, devido ao seu baixo risco;
  • O Trade Register continua a ser a principal fonte de dados e análise sobre o trade finance, com esforços contínuos para reforçar a qualidade e robustez do projeto, incluindo a recolha e filtragem de dados, análise e todo o apoio relacionado.

Apesar dos dados mais recentes revelarem um ligeiro aumento das taxas de incumprimento desde 2013 – devido a um conjunto de eventos isolados, tais como o incumprimento de uma grande importadora e outros fatores sistémicos – a tendência geral continua a confirmar a natureza de baixo risco do trade finance.

O Trade Register pretende aumentar de forma eficaz a atratividade do trade finance para os bancos e, dessa forma, beneficiar o comércio global e a inclusão financeira”, explicou Daniel Schmand, Presidente da Comissão Bancária da ICC. 

Confirma também que o trade finance deve ser cada vez mais reconhecido por investidores institucionais como uma classe de ativos fiável, orientada para os rendimentos elevados e a baixa volatilidade”.

Ano após ano, o Trade Register tem revelado a natureza de baixo risco do incumprimento do crédito em instrumentos de trade finance”, disse Alexander Malaket, Presidente do Projeto Trade Register e Diretor Adjunto do Comité Executivo da Comissão Bancária da ICC. 

O trade finance é crucial para os fluxos de comércio global, que por sua vez consistem na força condutora do crescimento económico global nas indústrias e mercados. É precisamente por essa razão que continuamos a reforçar a qualidade e robustez dos dados e demais argumentos, pretendendo garantir a objetividade dos dados para as discussões entre os stakeholders da indústria e os reguladores.

Mais concretamente, nas vésperas das reuniões do Comité da Basileia para finalizar a “Abordagem Padronizada Revista” e o pacote de reformas para “Reduzir a excessiva variabilidade dos ativos ponderados pelo risco (RWA)”, estes resultados do Trade Register de 2016 – baseados em dados recolhidos de 25 bancos – oferece uma base empírica forte para que o trade finance tenha um tratamento ainda mais favorável no Acordo de Basileia como classe de ativos.

Faça o download do ICC Trade Register 2016.

Saiba mais sobre o ICC Trade Register.

Consulte o Press-Release.

Os nossos Membros