A Organização Mundial de Empresas

Os líderes pedem um progresso na implementação do Acordo de Facilitação do Comércio

images/noticias/TFA_400_1710.png

Os líderes empresariais de todo mundo pediram hoje aos governos que acelerem os seus esforços para implementar o Acordo de Facilitação do Comércio da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Apesar deste Acordo ter sido acordado em Dezembro de 2013, o progresso na sua implementação tem sido lento. Até à data, apenas três países - Hong Kong, Singapura e Estados Unidos - ratificaram o Acordo, que pode impulsionar o PIB até $1 trilião de dólares.

A Necessidade de ser Rápido

Orador no Simpósio de Facilitação do Comércio e Aduaneiro "Encontrar Soluções para os Desafios Além-Fronteiras" em Miami, o Presidente da ICC, Terry McGraw, disse: "Agora que temos o acordo estabelecido, temos de fazer com que os países o ratifiquem. Estamos a falar de cerca de 21 milhões de empregos (que podem ser criados)!"

O Presidente McGraw pediu que o acordo fosse implementado com urgência, citando exemplos de países que poderiam estimular significativamente as empresas locais nos mercados globais ao implementar simples reformas aduaneiras. Pesquisas recentes mostraram que a Bolívia poderia impulsionar os seus fluxos de comércio em aproximadamente $2 biliões ao adotar o processamento aduaneiro eficaz. Estima-se que os sistemas aduaneiros eletrónicos em Cameron possam estimular o PIB em $700 milhões

John Danilovich, Secretário-geral da ICC, acrescentou: "Quando se considera que este acordo pode criar cerca de 18 milhões de empregos nos países em desenvolvimento existe tanto uma moral imperativa como um rácio comercial que incentiva a implementação do Acordo o quanto antes".

Novas Oportunidades para PMEs

As reformas de comércio estão a assumir uma importância estratégica crescente à medida que a Internet oferece oportunidades para pequenas e micros empresas comercializarem internacionalmente pela primeira vez. Um estudo demonstrou que 95% das empresas no eBay exportam, em comparação com os 15% das economias "offline".

Este Simpósio - organizado pela ICC e pelo Conselho para o Comércio Internacional dos Estados Unidos - continuou até 24 de Fevereiro. Os participantes incluem os representantes de empresas líderes, câmaras de comércio e organizações internacionais líderes no âmbito das políticas aduaneiras e de comércio internacional.

Os nossos Membros