A Organização Mundial de Empresas

Presidente da ICC participa em reunião de Chefes de Estado da ONU

images/noticias/ONU_400_170.jpg

O Secretário-Geral das Nações Unidas (UN) acolhe a ICC, a primeira organização do setor privado, agora como Observadora na Assembleia-Geral daquela organização.

A ICC recebeu um importante reconhecimento da AG da UN, quando estenderam um convite formal a Sunil Bharti Mittal, Presidente da ICC, para se juntar ao almoço anual de Chefes de Estado, que teve lugar a 19 de setembro.

Mittal juntou-se à reunião de Chefes de Estado, que também contou com a presença do Presidente dos EUA, Donald Trump, o Presidente de França, Emmanuel Macron, do Primeiro-Ministro do Canadá, Justin Trudeau, e do Presidente do Brasil, Michael Temer, entre outros líderes mundiais.

O SG da UN, António Guterres, invocou uma exceção às práticas habituais ao convidar Sunil Mittal para a reunião de Chefes de Estado, que tem sido até agora reservada apenas para líderes governamentais. Este convite surge após a decisão histórica das Nações Unidas em conceder o estatuto de Observador à ICC – a primeira organização do setor privado a receber este reconhecimento.

A ICC recebeu este estatuto em dezembro de 2016 durante o primeiro ano de presidência de Sunil Mittal.

Na reunião, Mittal sublinhou a importância de conduzir o processo de globalização de forma responsável e sustentável e facilitando a livre movimentação de bens, serviços e pessoas. Vai também falar noutros fóruns da UN nos próximos dias, sensibilizando para os benefícios do comércio digital e as inovações tecnológicas para promover um crescimento global justo.

Comentando a ocasião, o Presidente da ICC afirmou:

É uma grande honra para a ICC fazer parte de deliberações de alto nível, e apresento a minha gratidão ao Secretário-Geral as Nações Unidas por este reconhecimento único. A ICC continua comprometida em promover os negócios responsáveis e vai continuar a contribuir para alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável identificados pelas Nações Unidas."

Consulte o Press-Release.

Os nossos Membros