A Organização Mundial de Empresas

12 iniciativas da ICC para capacitar as empresas a trabalhar para as pessoas e o planeta em 2019

images/2019_EM_REVISTA.png

Com tantos acontecimentos para relembrar, a nossa organização mundial de empresas encerra 2019 com 12 conquistas notáveis.

Desde a publicação da Declaração do Centenário, que estabelece os princípios orientadores da nossa instituição global, até à definição de soluções para o cumprimento de metas globais para as pessoas e o planeta, 2019 foi mais um ano movimentado para a ICC. Caso não tenha acompanhado alguma das iniciativas lançadas pela ICC, em nome de 45 milhões de empresas pode ver aqui alguns destaques.

1. Estabelecemos princípios orientadores para as empresas no novo século

Por ocasião da Cimeira do Centenário da ICC que assinalou ICC@100, estabelecemos uma visão para moldar o futuro das empresas globais no próximo século. Na Declaração da ICC sobre o próximo século para as empresas globais a nossa organização comprometeu-se a utilizar todos os seus recursos e a sua rede para enfrentar os desafios e ruturas do século XXI. Antes das comemorações do centenário, a ICC também revelou um novo Programa de Ação organizado em torno de 5 campanhas pioneiras que permitem capitalizar o enorme poder da rede de membros da ICC de forma a alcançar mudanças reais em escala.

2. Lançámos as regras Incoterms® 2020

Ajudando importadores e exportadores de todo o mundo a compreender melhor as suas responsabilidades e a evitar mal-entendidos dispendiosos, a ICC lançou a mais recente edição das regras Incoterms®, inicialmente criada pela nossa organização em 1936.

Apresentada em setembro como a imagem de marca da nova plataforma de comércio eletrónico da ICC, Knowledge to Go, os Incoterms® 2020 tornam ainda mais fácil identificar qual a regra mais adequada para cada contrato. Mais de 250 eventos de lançamento e seminários de formação têm ocorrido em todo o mundo para apoiar a entrada em vigor das regras, bem como um curso online e um programa de certificação disponível na ICC Academy. Como próximo passo, a ICC está a trabalhar com o parceiro digital Perlin para otimizar as regras Incoterms® através da tecnologia blockchain.

3. Mobilizámos ações climáticas sem precedentes 

Durante o 11º Congresso da World Chambers Federation, em junho, a ICC lançou a Climate Chambers Coalition para demonstrar o compromisso das câmaras de comércio e das suas empresas associadas em tomar medidas climáticas compatíveis com o Acordo de Paris e com as mais recentes ciências climáticas. Durante uma sessão plenária do Congresso dedicada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDGs), o representante das Nações Unidas para a Ação Climática de 2019, Luis Alfonso de Alba, apelou aos líderes das câmaras e das empresas para se unirem com os decisores políticos na luta contra as alterações climáticas.

Na Cimeira de Ação Climática das Nações Unidas, em setembro, o secretário-geral da ICC John WH Denton AO anunciou que mais de 2.100 câmaras de comércio se tinham já inscrito. A Coligação, representando mais de 10 milhões de líderes empresariais locais, também foi anunciada como parte da Climate Ambition Alliance durante as negociações sobre o clima em Madrid na COP25.

4. Estabelecemos uma agenda para alinhar o sistema financeiro com as metas do clima e sustentabilidade

Para lidar com a crescente preocupação da falta de financiamento para apoiar a implementação dos objetivos globais de sustentabilidade, John Denton AO, publicou uma carta aberta aos ministros das finanças apelando uma reflexão das estruturas reguladoras de modo a alinhar os incentivos ao investimento com os objetivos do Acordo de Paris de 2015 e os SGDs das Nações Unidas. “Tendo passado 10 anos a consertar o sistema financeiro, é agora tempo de permitir que o sistema financeiro conserte o mundo”, referiu Denton.

5. Desenvolvemos soluções digitais para o comércio

O novo e pioneiro Center of Future Trade, estabelecido pela ICC e pela Perlin com o apoio da Enterprise Singapore, tem ajudado as empresas com soluções inovadoras de blockchain - incluindo a plataforma ICC Clarify, o International E-Registry of Ships e outras ferramentas relacionadas com as fontes de financiamento. Também emitimos novas regras para o financiamento do comércio digital, fornecendo uma solução para os bancos que operam no sistema de trade finance cada vez mais digital. Para além disso, lançámos com sucesso o primeiro Carnet ATA eletrónico assegurando assim que a tecnologia funciona realmente para todos.

6. Suscitámos a preocupação de que as tarifas podem contribuir para uma quebra da Internet

Respondendo ao pedido de alguns Estados para abolir a Moratória dos direitos aduaneiros sobre transmissões eletrónicas da Organização Mundial do Comércio (OMC), a ICC manifestou a preocupação das empresas globais através da sua campanha #DontLetTariffsBreakTheInternet. No início deste mês, a ICC apoiou a decisão dos membros da OMC de renovar a Moratória até a próxima conferência ministerial, em junho 2020. Em abril, o nosso Secretário-Geral também pediu uma resposta urgente ao protecionismo digital através de uma carta publicada no Financial Times.

7. Estabelecemos recomendações para garantir que os regimes fiscais não prejudiquem o crescimento do comércio eletrónico

Em setembro, a ICC publicou um resumo inaugural das negociações da OMC sobre os aspetos relacionados ao comércio eletrónico. O documento incluiu cinco recomendações principais para os membros da OMC garantirem que os impostos sobre os bens e serviços e o imposto sobre valor acrescentado não prejudicarão o crescimento do e-commerce.

8. Emitimos recomendações para reformar o comércio global

A ICC apresentou um conjunto de recomendações para orientar o futuro do comércio internacional. As diretrizes fornecem uma abordagem baseada em resultados para a reforma do comércio internacional com o objetivo primordial de fazer o comércio funcionar para as pessoas e o planeta. Apesar das atuais tensões comerciais globais, as nossas recomendações afirmam a importância do comércio multilateral e do sistema da OMC.

9. Fomos reconhecidos pelo nosso trabalho sobre Compliance e Ética

A ICC recebeu o Prémio de Compliance e Ética de 2019. Concedido pela Society of Corporate Compliance and Ethics (SCCE) nos últimos 15 anos, o prémio reconhece aqueles que contribuíram significativamente em matéria de compliance e ética. Anne Riley, Presidente da Task Force de Antitrust Compliance e o Vice-Presidente da Comissão de Concorrência da ICC, receberam o prémio em representação da nossa organização no Compliance and Ethics Institute no mês de setembro.

10. Publicámos diretrizes atualizadas de comunicações de marketing para empresas

Os quadros regulamentares fornecem às empresas orientações sobre como comunicar os seus produtos de forma lícita, decente, honesta e verdadeira, esclarecendo ainda que todos têm um papel a desempenhar, incluindo os influenciadores do mercado e os bloggers.

11. Expandimos a nossa presença global para ampliar a voz das empresas

A ICC expandiu o seu network global para incluir novas representações em Genebra e Bruxelas, trazendo a voz das empresas para mais perto dos decisores políticos. A expansão fortalece a presença global da ICC e o seu compromisso internacional, em representação de mais de 45 milhões de empresas em todo o mundo.

12. Lançámos diversas aplicações móveis

A ICC lançou aplicações práticas para as regras Incoterms®, serviços de resolução de litígios e carnets ATA, ajudando os utilizadores dos nossos serviços e ferramentas em todo o mundo a aceder às informações necessárias através dos seus dispositivos móveis a qualquer hora, em qualquer lugar. 

Consulte a notícia completa aqui

Os nossos Membros