A Organização Mundial de Empresas

A ICC apela por ação urgente para “salvar as nossas MPME”

images/9_mpme.jpg

A ICC lançou um pedido de ação urgente e decisiva para salvar as nossas PME e combater as repercussões económicas da pandemia de Covid-19.

Destacando a ameaça à continuidade de operação das micro, pequenas e médias empresas (MPME) em todo o mundo, a ICC lançou uma campanha para incentivar ações coordenadas e coletivas para ajudar a fazer as empresas funcionarem para todos, em todos os lugares, todos os dias. Como parte dessa campanha, a ICC lançou um apelo à ação, incentivando os governos a garantirem que os esforços de estímulo cheguem rapidamente para a economia e forneçam apoio direto e imediato às MPME e aos seus trabalhadores.

Afirma: “O imperativo de salvar nossas PMEs não pode ser subestimado: essa agenda é de suma importância para salvaguardar o funcionamento atual e futuro da economia global e os meios de subsistência de biliões de trabalhadores em todo o mundo.”

Como representante institucional de mais de 45 milhões de empresas em mais de 100 países, a ICC tem testemunhado os graves impactos do Covid-19 para empresas e pessoas em todo o mundo - com as MPME e seus trabalhadores entre os mais atingidos.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), cerca de 24,7 milhões de empregos estão em risco. Somente no setor de vestuário em Bangladesh, mais de 2,7 biliões de dólares em pedidos foram cancelados desde o início do ano, resultando no fechamento de milhares de fábricas e colocando em risco quatro milhões de trabalhadores. Atualmente, muitas outras MPME em todo o mundo enfrentam graves ameaças à sua viabilidade contínua devido aos choques de demanda, restrições trabalhistas e escassez de rotas de carga disponíveis.

O Secretário-geral da ICC, John WH Denton AO, referiu: “A pandemia do COVID-19 é uma crise de saúde monumental que também se tornou rapidamente uma crise económica global, ameaçando a operação contínua das MPME e os meios de subsistência dos trabalhadores em todos os lugares. Considerando o papel das MPME como espinha dorsal da economia global, a ICC tem trabalhado em estreita colaboração com as câmaras mundiais e a nossa rede global para aumentar a conscientização sobre a situação dessas empresas vitais, para fornecer conselhos políticos confiáveis e ferramentas concretas para ajudar a salvá-las.”

Num apelo inicial “SOS” (Save Our SMEs), a ICC emitiu recomendações aos governos para:

  • Fornecer suporte direto e imediato às pequenas empresas para garantir a continuidade da sua operação
  • Fornecer apoio direto e imediato aos trabalhadores e às pessoas mais vulneráveis - tanto em casa quanto no exterior
  • Garantir que o suporte chegue às MPME e aos seus funcionários rapidamente
  • Adaptar os programas sociais liderados pelo governo
  • Garantir o comércio aberto e o fluxo acelerado de bens essenciais através das fronteiras
  • Implementar canais formais e informais para o diálogo entre governo, empregadores, trabalhadores e comunidades.


Consulte aqui o documento completo

Veja aqui a notícia. 

Os nossos Membros