A Organização Mundial de Empresas

A ICC pede aos ministros do comércio que cheguem a um acordo de pescas na reunião da OMC

images/rsz_wto-fisheries-2021-letter.png

A Câmara de Comércio Internacional (ICC) publicou uma carta aberta aos ministros do comércio antes das próximas negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre os subsídios para as pescas.

A carta - da autoria do secretário-geral da ICC, John WH Denton - pede aos ministros do comércio que concretizem um acordo para as pescas antes da reunião da OMC.

Na carta, John Denton afirma:

A comunidade empresarial mundial considera como questão fundamental de primeira ordem a conclusão rápida das negociações sobre as pescas. Para as empresas, finalizar este acordo representa um passo significativo não apenas na sustentabilidade e governança mundial dos oceanos, mas também uma forma essencial de reforçar o sistema de comércio multilateral e demonstrar que a OMC – e os seus membros - podem continuar a redigir as regras comerciais que atendem às necessidades das pessoas e do planeta”.

Para a ICC e para a comunidade empresarial mundial, as negociações de pesca da OMC representam uma oportunidade para o aceleramento do cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. 

John Denton acrescentou, 

“As empresas têm assim grandes expectativas nos governos para concluir o acordo de pesca este ano. Só será possível manter a fé no sistema de comércio mundial se os ministros do comércio forem capazes de cumprir as promessas assumidas pelos líderes relativamente à conclusão das negociações de pesca como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Os ODS não podem permanecer apenas “objetivos”: eles devem tornar-se realidade rapidamente.”

Ao chegar a um acordo sobre os subsídios de pesca, os ministros do comércio têm a oportunidade de criar um futuro mais sustentável e próspero para todos.

“Embora se compreenda a natureza politicamente contenciosa dos vários aspetos das negociações, agora não é tempo de reclamar ou obscurecer. O destino dos nossos oceanos e a fé no sistema comercial dependem de vós, ministros do comércio, e dos vossos compromissos e decisões difíceis. A comunidade empresarial incentiva-vos a ter uma visão ampla dos interesses nacionais dos países, levando em consideração o potencial resultado das pescas a restaurar a fé no sistema comercial, a conferir um novo ímpeto às negociações da 12ª Conferência Ministerial (MC12) e, por fim, a tornar mais a nossa economia oceânica uma economia compartilhada e sustentável a longo prazo.”

Pode consultar aqui a Carta completa .

Os nossos Membros