A Organização Mundial de Empresas

AOK Pass integrado em várias companhias aéreas

images/airfrance_icc_aokpass.jpg

O projeto piloto ICC AOKpass  foi já integrado em diversas companhias aéreas com fim de melhorar a experiência dos seus passageiros

As companhias aéreas “Air France”, “Air Caraïbes” e a “French bee” annunciaram a adoção do “ICC AOKpass”. Este projeto piloto foi baseado num certificado digital da saúde, apoiado pela ICC e pelas indústrias globais em Saúde e certificados de serviço, nomeadamente, Internacional SOS e o grupo SGS.

A participação dos passageiros no projeto é voluntária, de maneira a testar o funcionamento da aplicação, em condições reais, recolhendo a opinião dos passageiros. O modo de funcionamento da app consiste numa rede interoperável com todos os sistemas, sendo que os passageiros que viajem nas rotas de teste do projeto são capazes de verificar, com a companhia, antes de embarcar, o resultado ao seu teste ao novo coronavírus sem qualquer invasão dos seus dados pessoais de saúde.

A “Air France” já confirmou que irá partilhar os dados com as outras companhias do grupo Skyteam, a qual atualmente está testando soluções para a digitalização dos documentos de saúde dos passageiros. Conforme as regras atuais, é pedido aos passageiros que cheguem dos territórios marítimos franceses que realizem o teste à Covid19, 72 horas antes do embarque. Sob o projeto piloto, os passageiros poderão guardar o seu resultado ao teste do PCR digitalmente nos seus telemóveis, verificando-o no aeroporto. Ao mesmo tempo, a app “ICC AOKpass” é um sistema de gestão com uma rede global, incorruptível, assegurando que todos os resultados são verdadeiros e válidos, de acordo com a regulamentação dos governos.

Neste contexto, John W. H. Denton Ao, Secretario Geral da ICC afirma que o “ICC AOKpass” é uma solução escalável, de uma fonte segura, contribuindo não só para assegurar a saúde dos utilizadores, como também, da sua privacidade. Ao uso simples do pass de saúde está a ser adicionado um conjunto de ferramentas válidas para assegurar a reabertura das fronteiras e das economias como parte da abordagem integrante do término da pandemia”. Deste modo, tanto Muriel Assouline, Diretor-geral da “French bee”, como Tamara Primakoff, Diretora-geral adjunta da “Air Caraïbes”, concordam na estratégia a seguir: “Os passageiros estão a procura de um regresso calmo às viagens, como era possível antes da pandemia. Nós estamos completamente focados em atingir este objetivo e esperamos que o projeto-piloto ICC AOKpass nos ajude a permitir este processo.”

 

Consulte aqui a notícia completa. 

Os nossos Membros