A Organização Mundial de Empresas

Iniciativa do setor privado para refugiados apresentada no Fórum Global sobre Refugiados - ACNUR

images/refugiados.png

Um conjunto abrangente de princípios sobre como as empresas podem facilitar a integração económica dos refugiados na economia global foi apresentado pelo Secretário Geral da ICC, John WH Denton AO, durante o Fórum Global de Refugiados, que decorreu na cidade de Genebra, de 16 a 18 de dezembro de 2019.

A Carta procura contribuir para a mudança do humanitarismo ad hoc para oportunidades de desenvolvimento e emprego a longo prazo que beneficiem igualmente os refugiados e as suas comunidades anfitriãs.

A Carta de Boas Práticas sobre o Papel do Setor Privado na Integração Económica dos Refugiados foi elaborada coletivamente por especialistas do setor privado, membros do governos e organizações intergovernamentais numa conferência que ocorreu em junho de 2019 co-patrocinada pelo World Bank Group, a Confederação da Indústria Dinamarquesa, o Banco Europeu de Investimento, contando com a participação da Câmara de Comércio Internacional (ICC), do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), e do Fórum Económico Mundial, entre outros.

Durante o evento de receção, que reuniu mais de 100 representantes de alto nível do setor privado e refugiados, o Secretário Geral da Câmara de Comércio Internacional, John WH Denton AO, anunciou o compromisso da ICC de trabalhar com os seus parceiros para operacionalizar a Carta e apelou para a adoção mais generalizada e para uma maior priorização dos seus princípios no setor privado, agências de desenvolvimento, governos e instituições intergovernamentais.

Dirigindo-se aos delegados da conferência, John Denton referiu: “A ICC compromete-se a alavancar o seu incomparável networking global, a fim de apoiar a integração económica dos refugiados e aumentar a conscientização sobre os benefícios que isso poderá criar  para as suas comunidades anfitriãs… A Carta garantirá que os decisores políticos tenham uma orientação prática sobre como incorporar a visão do setor privado na integração económica dos refugiados.”

John Denton destacou também outras iniciativas da ICC nessa área, incluindo uma plataforma global para apoiar organizações empresariais em iniciativas para facilitar a integração económica de migrantes e refugiados, e um projeto piloto em parceria com a ACNUR para fornecer eletricidade movida a energia solar a um campo de refugiados no Bangladesh.

A Carta de Boas Práticas descreve os princípios a serem adotados e aplicados nas empresas, instituições públicas e projetos de desenvolvimento. Este documento encontra-se dividido em quatro seções, cada uma com cinco princípios correspondentes relacionados a empreendedorismo, investimento, emprego e serviços e produtos.

No âmbito do novo Programa de Ação 2019/2020 da ICC, foram desenvolvidos 5 novos Knowledge Hub, que abrangem diversos temas atuais sob os quais a ICC pretende ajudar a lidar. A temática dos refugiados insere-se no Peace and Prosperity Knowledge Hub, que visa lidar com os desafios do século 21 na sociedade global, designadamente os fluxos migratórios e as desigualdades causadas pelo processo de globalização. Poderá consultar o Programa de Ação da ICC completo aqui

Faça o download da Carta aqui

Consulte a notícia completa aqui

Os nossos Membros