A Organização Mundial de Empresas

O Secretário-Geral da ICC reuniu-se com os líderes das principais organizações internacionais para discutir a resposta global à COVID-19

images/un-geneva-icc-2-1.jpg

O Secretário Geral da Câmara de Comércio Internacional (ICC), John WH Denton, reuniu-se com líderes de instituições internacionais para tratar das consequências económicas e sociais da pandemia de COVID-19.

Durante a sua viagem a Genebra, John Denton reuniu-se com o Diretor-Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, o Diretor-Geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevedo, e a Diretora-Geral da ONU em Genebra, Tatiana Valovaya. As reuniões consideraram o conjunto de respostas políticas da ICC à COVID-19, incluindo a campanha Save Our SMEs, bem como a necessidade de garantir o acesso equitativo e racional às vacinas.

Acesso equitativo e racional aos testes e vacinas

Após meses de colaboração virtual, John Denton e o Dr. Tedros Adhanom encontraram-se pessoalmente pela primeira vez. O Dr. Tedros Adhanom agradeceu a colaboração da ICC no acesso às vacinas, no inquérito às empresas da ICC e na divulgação das informações da OMS sobre a COVID-19.

Ambos os líderes expressaram preocupação com o crescente nacionalismo de vacinas e a proliferação de medidas comerciais protecionistas sobre os suprimentos médicos essenciais. Os líderes concordaram que a cooperação global é necessária para garantir um processo equitativo e racional para permitir o acesso às vacinas. John Denton ofereceu o apoio da ICC ao ACT Accelerator da OMS e à iniciativa COVAX, que visa aumentar a produção de vacinas e fornecer rapidamente doses para pelo menos 20% da população mundial. A COVAX é co-liderada pela OMS, GAVI e Coalition for Epidemic Preparedness Innovations.

O Secretário Geral da ICC também falou sobre os desenvolvimentos relacionados ao ICC AOKpass, uma ferramenta de mitigação de risco que permite aos viajantes transfronteiriços apresentarem registos médicos digitalmente autenticados e seguros às autoridades nas fronteiras. A plataforma é apoiada pela ICC, International SOS e pelo laboratório de testes suíço, SGS Group. Em reconhecimento à reabertura de economias e viagens transfronteiriças, o Dr. Tedros solicitou que a sua equipa técnica recebesse atualizações regulares sobre a plataforma, com vista a participar deste tema no futuro.

Manter o comércio baseado em regras em tempos de crise

Para além disso, John Denton encontrou-se com o então Diretor-Geral da OMC, Roberto Azevedo, que deixou o cargo a 31 de agosto após sete anos. Durante a sua gestão, Roberto Azevedo trabalhou em parceria com a ICC para melhorar o envolvimento empresarial na OMC através de iniciativas conjuntas, como o Diálogo Global sobre Comércio e Diálogos Comerciais. Como parte da comemoração do centenário da ICC, Roberto Azevedo fez um discurso inspirador sobre o restabelecimento da confiança no sistema multilateral do comércio e como conter os apelos por protecionismo.

John Denton parabenizou Roberto Azevedo pelo seu mandato de sucesso na OMC e a sua recente nomeação para a PepsiCo. Com o processo de seleção para o próximo Diretor-Geral da OMC em curso, John Denton reafirmou o compromisso da ICC de trabalhar em parceria com a OMC para fazer o comércio funcionar para as pessoas e o planeta.

Construindo uma recuperação resiliente e sustentável para todos

Por fim, John Denton discutiu a importância de investir na colaboração dos setores público e privado para lidar com as consequências a longo prazo da COVID-19, com a Diretora Geral da ONU em Genebra, Tatiana Valovaya. John Denton debateu sobre os fortes laços da ICC com as instituições internacionais sediadas em Genebra, bem como a contínua colaboração do setor privado na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Como parte da reunião, Tatiana Valovaya convidou John Denton para falar em missões da ONU baseadas em Genebra sobre o seu apoio ao multilateralismo. Ambos os líderes continuarão a trabalhar juntos para fortalecer o multilateralismo e expandir o diálogo entre governos nacionais, empresas e sociedade civil.

Consulte aqui a notícia completa. 

Os nossos Membros